20.7.20

Primeiramente, bom dia!

Bom dia!
São 6:59 da manhã e, enquanto espero a hora de ir pro banho (desde o primeiro decreto do corona vírus estou entrando no trabalho só as 8h), estou pensando aqui na vida (como se eu precisasse de oportunidade pra isso, né?).

É incrível como a gente faz escolhas e perde algumas coisas em detrimento de outras... Acho que esse ano eu não cheguei a ver dez filmes. Seriado? É alguma piada? Nem pensar. Isso desde que saí da casa da mamain, um ano atrás.

Não posso dizer que não estou feliz (porque estou. Melhor coisa meu cantinho), mas nada me impede de sentir falta de ver filminhos e esquecer da vida uns minutos, né? Espero conseguir me organizar num momento bem próximo.

Concluí a leitura de Tudo que nunca contei. Ainda não sei se gostei... É fato que a Celeste Ng escreve muito bem e de uma forma bem diferente, porém acho que a história em si não me conquistou. De certa forma, ela mexeu comigo, - tanto que tô aqui desde o dia 15 (que foi quando terminei) sem ler nada, de ressaca - mas não sei até que ponto de forma positiva. Acabei dando 3,5 de nota, o clássico não fede nem cheira. Rs

Também desisti de ler o livro do mês do clube. Como falei, o escolhido por votação foi Hibisco roxo (eu mesma votei) e eu até comecei, mas à primeira menção de violência doméstica, eu desisti. Sair de um livro pesado pra outro mais denso ainda, é pedir pra entrar em parafuso.

Agora estou tentando ler algo mais leve, pra ver se desenrola. O escolhido foi Ela foi até o fim, da Meg Cabot. Comprei esse livro tem 4 anos, numa das edições da Bienal. Fazia um tempão que queria lê-lo, mas o preço nunca ajudou. Meu único contato com a autora foram os livros Garoto encontra garota e Tamanho 42 não é gorda e gostei. Tomara que eu consiga ler e curar essa ressaca literária.

E, bom, é isso. Sem muitas novidades por aqui. Boa semana pra todos!

5.7.20

As últimas (decidi não reclamar dessa vez)

Ora, ora, se não sou eu reaparecendo depois de mais de um mês. E a boa notícia é que eu, dessa vez decidi não reclamar. Estou tentando manter a cabeça no lugar, sabe como é.

Enfim...

O que tenho feito: como já disse a Vanessa, eu também já era quarentener antes da quarentena começar (se é que começou... com a movimentação por aqui, eu seriamente duvido), então não foi muito.

Até março eu li bastante, mas quando essa confusão da covid começou, a coisa meio que desandou. Em junho li apenas dois livros:

As variações Bradshaw, da Rachel Cusk
Eu amei esse livro! A autora tem uma escrita super envolvente e, apesar de simples (e meio louca às vezes) a história é bacana, foge do comum e me apeguei muito aos personagens, que seriam pessoas normais, se existissem (nada de gente extraordinária nesse livro. não é maravilhoso?). Agora quero conhecer outros títulos da autora. :quatro

Livre, da Cheryl Strayed
Esse livro estava parado na minha estante há muitos anos... eu gostei da história, mas acho que esperava alguma coisa diferente, principalmente no final. Fiquei um pouco decepcionada, mas como foi indicado pra leitura do mês no clube do livro (virtual) que participo, valeu um pouco a pena (menos um na fila de espera, né?) :tres

A leitura do mês no clube é Hibisco Roxo. Estou bem animada. Espero que todas as meninas consigam ler, incluindo eu rsrs. Não comecei, pois minha leitura atual é Tudo que nunca contei, da Celeste Ng, que estou gostando um bocado, apesar de ser uma leitura densa demais. Meu plano é terminar até o final da primeira quinzena, pra então começar o do clube. Foco que chama (não trabalhamos)?

Esse ano eu esperava (e prometi) não comprar nem um livrinho sequer, mas como esse não é um ano normal, essa meta foi cancelada. hahaha Agora sou a feliz proprietária de um exemplar de Meu inverno em Zerolândia. Alguém já leu? Eu morro de amores por esse livro, já li duas vezes em ebook e agora que tenho o impresso, perigo ler pela terceira vez. Ele é fofo e triste na medida certa, umas das melhores histórias que já li.

No quesito filmes, também está meio parado. Os últimos que assisti foram:

Legado no ossos :cinco
Eu adoro essa franquia! Adoro a atmosfera sombria e chuvosa dos filmes. Também tenho vontade de ler os livros dos quais os filmes foram adaptados, mas parece que o primeiro volume (O guardião invisível) não fez muito sucesso e a editora Record parou de publicar a trilogia, uma tristeza.

Alita, anjo de combate :dois
Que filme fraquinho, gente... Juro que esperava um filmaço, mas dei muita risada com aquele final ridículo...

O clube de leitura de Jane Austen :cinco
Esse foi um filme visto pela segunda vez. Gostei tanto quanto da primeira. Muito fofo.

Resident evil: a vingança :cinco
Esse eu me surpreendi por ter gostado. Achei menos nojento e violento que os outros, então foi bem tranquilo. Só essa coisa dos zumbis é que ainda me assusta demais, só falto arrancar os cabelos hahaha

De seriados, vejo apenas episódios esporádicos, geralmente aos sábados, depois da faxina (domingo a prioridade é dormir rs) O mais recente foi Justified, que está disponível no Prime Vídeo. É um seriado meio ruim bom de assistir, dou altas risadas. rs

Enfim, é isso. E vocês, o que têm feito?
Até a próxima e se cuidem.